Clique Aqui para conferir outros depoimentos



 

Golfier de 13 metros Paisagen e Vikings - SP

Ficha Técnica

Tema  centenário do Corinthians

Molde Ivan 1

40 gomos

3 cones

Papel Kraft torção 25 gramas da Santher
Cintamento inicio com 5 cm e vai aumentando gradativamente até  15cm e depois baixando  gradativamente até 5 cm sendo que era só no durex a maioria e algumas com fio dental intercalado.

Leque foi o Fernando do rio Evolution Projetos quem fez depois que terminou o Boca acrescentou algumas coisas como aquele fundo azul no meio dos quadros que até então era todo branco. Se constituía em inicio com 5 tacos  passando pra 10 tacos depois para 20 tacos na boca e na batata com 40 tacos voltando a ter 20 tacos e 10 tacos no bico. fora o geométrico de fundo das molduras

Boca tinha 1,67 de diâmetro mas detalhado nas paginas abaixo
Bucha algodão e parafina. Mais detalhes logo mais

Respiro 13 camadas de 2 respiros por gomo por tanto 26 respiros por gomo x 40 = 1040 respiros de 16mm iniciou 1,20 m da boca e subiu de em uma media de 15 cm

Biscoito bom isso está mais detalhado abaixo:

Inicio de Tudo

Depoimento de Allan Vikings

Tudo começou com Jaime vulgo Boca ou mestre Boca teve idéia de fazer um balão com muitos tacos por gomo pois ele é o senhor dos tacos. Logo lhe veio a idéia de usar como tema o centenário do Corinthians. Pois é claro que esse é seu time do peito. E escolheu para isso fazer uma Golfier. Então logo lhe veio a duvida quem poderia fazer um biscoito que ficasse muito bonito afinal de contas o balão teria 40 tacos por gomo e não poderia ser qualquer coisa que iria em baixo logo juntou se os pontos quem é aquele cara que fez o boneco da TIB tem que ser esse cara. E foi ai que no final de 2009  foi marcado um encontro para discutir como seria e nesse dia conversa vai conversa vem ficou decidido que esse balão seria em parceria entre o Boca e a Paisagem. Para continuar essa historia vou ter que pausar e explicar como surgiu a turma Vikings.

Bem nesse período eu estava em outra turma mas estava pensando em montar uma turma onde seria mais tranqüilo pois estava querendo seguir com uma turma onde houvesse poucos integrantes e estava a fim de descansar um pouco tipo tirar umas férias e ir mais devagar. Foi ai que Eu e o Bolô fundamos a turma Vikings nessa transição de sair de uma turma e começar em outra o Boca me falou dessa idéia da Golfier e como seria a parceria. E pediu para que eu cortasse o balão para ele. Como nos conhecíamos a mais ou menos 4 anos e já avia cortado alguns balões para ele e ele decorado alguns balões para mim ele confiou a mim essa tarefa. Com a proximidade que tivemos nesse período e a turma estava recém inaugurada ele nos deu a honra de entrar para turma Vikings e a partir daí seguiu  essa parceria como Turma Vikings e Paisagem onde também tivemos a participação em alguns momentos da confecção em coisas mais simples como fechar um cone cintar fazer as buchas. Em fim a partir desse momento passamos a ser a turma Vikings onde se teria 3 integrantes Boca, Allan e Bolô porem com o Boca na turma pode se dizer que tem 100 pessoas na turma. A partir daí vou deixar as fotos ilustrar um pouco de como foi essa confecção.

Depoimento de Fabinho Paisagem

Num domingo dos últimos meses de 2009 o Boca (Jaime) me fez uma visita para trocarmos umas idéias, papo vai papo vem, o Boca me fez o convite de fazermos este balão para o Corinthians já que no ano próximo o time faria 100 anos. E ficou combinado que ele iria montar o balão ou envelope e nós aqui da turma Paisagem ficaríamos incumbidos de fazer o biscoito adereço rede mais a boca do junino.

                    A idéia inicial era que o biscoito fosse o símbolo do CORINTHIANS, mas estudei a possibilidade e cheguei a conclusão que não conseguiria estruturar os remos e a ancora da logo marca. Daí então, começamos a pensar no que poderia ser feito no biscoito dentro da temática do balão, certo dia por telefone pesamos na possibilidade de fazer uma maquete do estádio do Pacaembu, logo que sua fachada é circular e o biscoito iria ser redondo poderíamos juntar o útil ao agradável.

                    Mas não iríamos fazer todo o estádio só facha principal, logo está é mais interessante no ponto de vista estético, ou seja, metade do biscoito seria a fachada do estádio a outra nós não sabíamos o que seria, está outra metade se deu organicamente ou casualmente sem premeditação.

                   Para chegamos ao diâmetro ideal para o biscoito foram feitos três estudos de caso, com três medidas deferentes para o diâmetro e altura. Este estudo se deu usando a silueta do balão em 3D no AUTOCAD, mas poderia ser feito também a mão, mas como temos a possibilidade do auxílio dessas fermentas porque não usar, com o balão em 3D em escala e molde real na tela, comecei a brincar com medidas para o biscoito, a imagem abaixo são as possibilidades que apresentei para o Jaime e para o Allan.

Confecção

Golfier 12875-Layout1.jpg

                 Mandei para eles verem qual seria o melhor conjunto, e já indiquei a minha opinião que era a de número 2 com vocês podem ver na figura, os caras virão e disseram que, o que eu decidisse estava bem feito “que moral heim”. Com o tamanho fechado precisava então bolar o esquema de montagem e desmontagem de todo o biscoito. Tinha também a questão da estrutura do bicho, usei o principio de estrutura que já tínhamos usado no Golfier de 16m feito por nós em 2005, só que este não teria ripas de madeira tipo ripas de esteira de fogos na estrutura, este seria todo de isopor como na figura abaixo.Biscoito 3D-Layout1.png

                Este era o esquema de montar e desmontar o biscoito, com este esquema pronto e o tamanho do biscoito definido, mãos a obra, o primeiro passo foi arranjar uma imagem da fachada do estádio que não fosse tão distorcida no ponto fuga, está imagem abaixo foi à usada para o projeto. 

estudo.jpg

                    Com o diâmetro e a altura definidos, comecei a trabalhar a imagem do Pacaembu de modo a ajustar a mesma nas medidas do biscoito, todo tratamento de ajuste se deu no CorelDRAW X3 software gráfico para vetorização edição imagem etc. Emfim outra ferramenta para ajudar, vale lembra para alguns críticos ou dinossauros do balão que dizem que tudo que é fito hoje é feito no computador, que estas ferramentas ajudam sim, mas é preciso saber de onde vem as coisas para ai sim querer se meter a besta de usar.

                  Enfim, ajustada a imagem e as medidas obtidas comecei então cortar a fachada, o biscoito tinha oito lados, ou seja, era um octógono inscrito num circulo de 4.25 m de diâmetro, sendo que três desses lados ficaram para a maquete do estádio com podem ver nas divisões da imagem acima, eu também queria usar a parte interna do biscoito, acho que é uma área muito grade e que podia ser usada para dar profundidade na maquete, foram criadas três caixas que ficavam dentro do biscoito representado o Hall de entrada e as laterais ou área das bilheterias .

                  Toda maquete do estádio foi pintada com tinta látex e corantes para as cores desejadas, tudo que era escultura foi pintado com látex, as demais abordagens no outro lado do biscoito com Zina, brasão dos gaviões, quadro de ficção do Eddy e quatro de ficção dos 100 anos, se deram com forração de seda, e um dos quadros do biscoito era desenhado a mão, para isso o papel não poderia ser seda foi usado papel sulfit 90 gramas, desenho feito por mim mesmo usando lápis 6 e 8 B carcado.  

Adereço

               A idéia do adereço desde o início era o São Jorge, só não sabia como ele ficaria apoiado, foi então, que um dia já estudando a imagem do santo para a confecção das esculturas, tive um surto e pesei de usar o símbolo que foi descartado no biscoito e usá-lo agora como base para o santo. Dando ao meu modo de ver função dupla no adereço, ou seja, o símbolo seria a base quando estive-se no chão, e quando o balão saísse ele perderia então função de base e passaria ser o foco, já que no chão, o foco seria o São Jorge.

              Tudo foi feito com isopor, o São Jorge, dragão e o cavalo foram pintados com látex, o símbolo base do Corinthians foi todo encapado com seda com poucas partes de pintura, os encaixes dos remos da ancora fixação da sena do São Jorge foi feita com velcro.

              Com tudo isso percebi que as pessoas ou pelo menos algumas delas, quando viam o adereço achavam que era muito pesado, quando com exceção do Dragão era tudo oco o volume gerado assustou muita gente. Não só o adereço mas principalmente o biscoito, mas como ficou provado tudo não passava de impressão.

Materiais básicos

Isopor P1 para o fechamento do biscoito, chapas de 10 mm.

Isopor P2 para a estrutura, chapas de 20 mm porque este tipo é mais resistente e para estrutura é melhor.

Tinta Látex.

Folhas de seda.

Lápis 6 e 8 B.

Cola branca.

Cola de contato para isopor.

Braçadeiras de náilon para junções .

 Medidas básicas

Medida áurea do biscoito 4.25m de diâmetro.

Altura áurea do biscoito 1.30m.

Miolo 1.66m de diâmetro.

Comprimento total do adereço 3.10m.

Altura aproximada do adereço 1.70m.

Rede

             Tivemos um cuidado especial com este item do balão, porque ele faz parte do conjunto e não deve ser tratado como simples ornamento, mas sim como algo que emoldura e integra o conjunto e a decoração, parte da rede foi fixada no balão com cola Super Bonder, pingos de cola Super Bonder , foi escolhido uma fita de algodão de 1cm de espessura, queríamos algo que fica-se bem aparente.  Outra preocupação era quanto os quadros principais do balão, tínhamos muitos desenhos,  taquinhos minúsculos não queríamos poluir a informação dos quadros, pensamos então em fazer pedaços de rede que iriam ser aplicados no campo, pedaços estes que iriam funcionar como uma espécie de moldura de rede combinando assim com as molduras de separação dos quadros do balão.  Tudo isso para não correr o risco de poluir os quadros principais e também proporcionar um conjunto na estética do balão. Para os pingentes arrumamos numa casa de costura um tipo de lã de fazer cachecol em tons preto e branco, usamos também bolinhas de isopor de 100 e 75mm de diâmetro. 

Boca do Balão

             Indicarão-nos o Claudinho de Maúa – SP para fazer este trabalho, não tínhamos nada em mente de como seria, só sabíamos que tinha que ser bonita rsrsrsrs. Fomos até a casa dele e conversamos um pouco sobre a boca passamos a medida de  1.65m de diâmetro, depois de uns dias liguei para saber como estava o andamento ele me deu a noticia que o Dudu da Raios de Sol  que iria fazer os desenhos que por sinal ficaram lindos.

Diâmetro = 1.65m

Mesa = 40 cm

Altura aproximada = +- 1.60m

BUCHA

Bucha 12 kg pesados em balança digital. Era composta por 2 camadas de 4 rolos cada  de 3 polegadas e mais 2 camadas de 6 rolos cada de 2 polegadas somente algodão e parafina. Encapada com papel camurça preto e branco. Tinha 40 cm de largura.fixada com varão de rosca m4 e arruelas com porcas. (essa bucha acabou também gerando comentários pelo seu tamanho porem ela também cumpriu seu papel com maestria)

 Agradecimentos:

Agradecimentos Paisagem e Vikings

Agradecemos a todos que estiveram envolvidos neste tralho em especial:

- Mestre boca (pelo belo trabalho com os tacos, idéia e amizade)

- Allan (pelo corte do junino, buxa, transporte e amizade)

-Fernando - Evolution Rio (pelo projeto e amizade)

- Beto “mão de pedra” turma paisagem (pelo comprometimento e amizade)

-Quinho “monstro” turma paisagem (pelo comprometimento e amizade)

-Petrônio “narigudo” turma paisagem (pelo comprometimento e amizade)

-Loka “mlk doido” turma paisagem (pelo comprometimento e amizade)

Jão “Português” turma paisagem (pelo comprometimento e amizade)

Toco “o mais novo membro “  turma paisagem (pelo comprometimento e amizade)

“Fabinho” turma paisagem (pelo comprometimento)

Marquinho e Gilnara (pela chácara e o espaço cedido)

“Banana” turma arte de ouro (por toda a ajuda dada)

Alex Turma @rte.com (pelo inicio e amizade)

“Feijão” turma @rte.com (pelo inicio e amizade)

Claudinho (pela boca feita)

Dudu  turma Evolução (pelos desenhos feitos)

José Matsumoto (pelo espaço cedido)

“Magrão” turma emoção zona sul (pelos toques)

Pardal, Celma e Curió Turma do Céu

João e Fabiano Turma Jaguari

Fabinho e toda turma Paisagem ( alem da capacidade e criatividade pela amizade adquirida ).

Bolô Turma Vikings por ser nosso fiel escudeiro (toma Fabio Junior).

Boca Turma Vikings bem o que dizer? Por ser o Mestre (Boca você é sem noção ).

E eu Allan em especial gostaria de agradecer minha Linda e amada filha Bia e esposa Michele por ter tanta paciência comigo sei que as vezes exagero na dose de bancada mas estou nela com o pensamento em vocês amo de montão vocês duas sem vocês não seria nada beijão no coração.

Observação final

FAZER BALÃO É ART- SE EMOCIONAR NA SOLTURA E CHORAR FAZ PARTE.

 FELICIDADES A TODOS E VIVA O BALÃO JUNINO SOMENTE COM AMOR POR ELE VENCEMOS TODOS OS OBSTÁCULOS QUE LEI NOS IMPÕE 

PAISAGEM E VIKINGS

10.jpg 6.jpg

7.jpg

4.jpg 8.jpg 1.jpg
2.jpg 3.jpg 5.jpg

15.jpg